+ Três Lagoas

Por JPTL em 15/02/2013

TRÊS LAGOAS: Projeto Abraço Terapêutico espalha alegria na feira livre

O grupo, composto por cinco pessoas, espalha ?abraços? todas as segundas-feiras na Feira Livre da cidade

Divulgação - Palhaços distribuem abraços e sorrisos



Há três meses, em Três Lagoas nasceu o projeto Abraço Terapêutico, idealizado pelo psicólogo e policial Sergio Lopes de Santana. O grupo, composto por cinco pessoas, espalha “abraços” todas as segundas-feiras na Feira Livre da cidade.
De acordo com Santana, o Abraço Terapêutico é desenvolvido por ele, pela psicóloga Patrícia e por simpatizantes.

Fantasiados de palhaços, a ideia do grupo é levar alegria e afeto para a população. A técnica de aproximação utilizada por eles é uma placa com os dizeres: “Você já abraçou alguém hoje?”. Ao ler a frase, segundo Santana, o cidadão reflete. Em seguida, o palhaço revela que deseja abraçar alguém. Nesse ritmo, a pessoa vai se soltando e, no final, já está distribuindo abraços e sorrisos.
Realmente é essa a proposta da equipe: buscar por meio do abraço a mudança de comportamento, a liberação de adrenalina, enfim, a troca do semblante triste por um sorriso. Segundo Santana, que há um ano é aluno da Escola Municipal de Teatro, estar fantasiado de palhaço é uma maneira de quebrar o gelo. “O palhaço é uma figura que abre a porta da alegria sem ninguém autorizar”. E continuou: “sem a fantasia, acredito que seria mais difícil atingir o objetivo, que é espalhar alegria à comunidade três-lagoense”.
Para o grupo, o ser humano nasce com a necessidade do afeto, porém, de imediato esse sentimento é transmitido pela mãe. Mas, ao longo da vida, o corre-corre da modernidade deixa as pessoas mais atarefadas, estressadas e, consequentemente, menos afetivas. Entretanto, o projeto está conseguindo quebrar essa barreira e fazer com que as pessoas se abracem, sorriam e contagiem outras.
Projeto
De acordo com o psicólogo e policial Sergio Lopes de Santana, a ideia do projeto surgiu pelo fato de ele fazer parte da Escola Municipal de Teatro. “Tinha vontade de encenar e fazer o bem ao mesmo tempo”, contou. Mas, foi depois de ir até a cidade de São Paulo e conhecer o trabalho dos Doutores da Alegria que Santana encontrou a fórmula de encenar e fazer o bem. Em contatos com os demais integrantes, criaram o projeto Abraço Terapêutico, há três meses. “Existe na equipe uma energia positiva que engaja a turma a fazer o bem. Seja com essa atitude do abraço ou com tantas outras que podemos tomar para tornar esse mundo melhor”, explicou Santana.
Futuro
Para o grupo, esse trabalho está só começando. Eles acreditam que oferecer abraços é uma maneira de começar a mudar a humanidade, ou melhor, deixá-la mais amável.
A proposta é, em breve, levar o projeto Abraço Terapêutico para hospitais, asilos etc. Santana acredita que, às vezes, o afeto é exatamente tudo o que uma pessoa precisa naquele momento. “Então, quem ousaria recusar um abraço grátis? Ele gera uma troca de energia e pode até salvar o seu dia”, completou.

CANAIS

Artigos
Câmara Municipal
Cidades
De Olho no Emprego
Economia
Entretenimento
Esporte
Internacional
Moda
Mundo Pop
Notícias
Novelas
Polícia
Política
Região
Saúde
Tecnologia
Três Lagoas
COLUNAS
Culinária
Mundo Pop
Esportes
Moda
CONTATO
(67) 3524 2129 / 3524 2868
contato@radiodifusora1250.com.br
LOCALIZAÇÃO
Rua Tiburcia Queiroz Monteiro, 850 - Santos Dumont
Três Lagoas / MS